A Triumph será a marca fornecedora dos motores da temporada de 2019 de Moto2 e já começou com os testes em pista. Foi no circuito Motorland em Aragão que o piloto Julián Simón levou para a pista a moto especialmente preparada para testar este tricilínddrico.

Segundo Steve Sargent, o Director de Desenvolvimento de Poroduto da Triumph Motorcycles o trabalho está “num bom ponto do processo de desenvolvimento e estamos muito orgulhosos do ritmo que o Julián já conseguiu na última sessão em pista. O seu feedback tem sido positivo e muito importante para nós e estamos confiantes que estamos a desencolcer um motor que os pilotos e as equipas vão aproveitar e que vai equipar a categoria com uma espectacularidade e um som que entusiasmará os espectadores”.

 

Em relação aos resultados dos testes, os objectivos em termos de potência, binário e fiabilidade que foram estabelecidos para este momento do processo de desenvolvimento. Em termos concretos, este tricilíndrico que tem por base a unidade de 765cc que equipa a Street triple 2017, conta com válvulas em titânio, novos pistons, novos colectores, nova admissão, cilindros Nikasil e está acoplado a uma caixa de velocidades que foi também redesenhada e que conta com uma primeira relação mais longa.