Falar de lendas do motociclismo implica garantidamente falar de Barry Sheene. O piloto britânico foi duas vezes Campeão do Mundo de Velocidade em 500cc, em 1976 e 1977 com a Suzuki e ficou famoso não só pelos títulos mas também pela sua postura rebelde e vida de playboy que sempre levou, típica da década de 70 e muito similar à de James Hunt, o piloto de Fórmula 1, de quem era amigo.

Barry Sheene1

Falecido em 2003, a vida de Scheene dava um filme e parece que vai ser mesmo assim. Baseado no livro “A história da lenda do motociclismo Barry Scheene”, escrito pelo seu colega de equipa Steve Parrish e pelo comentador Nick Harris, o filme deverá começar a ser rodado ainda este ano e espera-se que chegue aos cinemas a tempo de comemorar os 40 anos dos seus títulos de Campeão.