Uma das marcas mais carismáticas do universo das duas rodas revelou quais serão as suas apostas para 2017 e nenhum modelo da sua gama escapa a novidades sendo ainda de acrescentar a nova Brutale 800RR.4517__tin1395

Começamos precisamente por esta naked que a marca transalpina adjectiva como a mais poderosa e bela naked de sempre. Com os seus 140 cv depotência às 13.100 rpm e 86 Nm de binário às 10.100 rpm, a nova Brutale 800 revela-se uma montra tecnológica completamente virada para o prazer de condução reforçando o seu carácter único, num ano marcado pelas novas regras de emissões Euro IV que esta MV Agusta cumpre, sem perder pitada da diversão. Foi repensada e redesenhada, com uma nova óptica dianteira e a icónica linha de escape está agora maior e mais eficaz ainda. Electronicamente apresenta um acelerador melhorado, Quick Shift de série e conta com um controlo de tracção com oito níveis. Está disponível em duas combinações de cores: Ice/Carbon Black Metallic e Red Shock Pearl/Carbon Black Metallic.

A família Reparto Course

dragrcO carácter desportivo da MV Agusta é reforçado nas versões RC (Reparto Corse) onde as decorações mais apelativas se juntam a um conjunto de soluções que reduzem o peso dos modelos através do recurso a elementos em fibra de carbono como é o caso da Dragster RC, que recebeu o guarda lamas e deflectores do radiador nesse material e ainda umas jantes específicas RC de menor peso.  A suspensão Sachs é totalmente regulável.

 

f3rc

Na gama F3 a MV Agusta aposta na 675 RC e 800 RC, ambas com uma decoração desportiva alusiva ous modelos que correram em WSS e que a marca considera ser a mais bela superbike do momento. No entanto, define a sigla RC como sendo algo mais do que o carácter desportivo, é uma ligação única entre o homem, a máquina e o asfalto. Produzida nnuma edição limitada a 350 unidades, a F3 675 RC e 800 RC debitam 128 cv de potência às 14.400 rpm e 148 cv de potência às 13.000 rpm respectivamente.

f4rc

 

O dedo da divisão desportiva Reparto Corse também se faz sentir na desportiva topo de gama F4 que nesta versão RC também reflecte a inspiração nas Superbikes de competição com a sua decoração específica. Mais uma vez estamos peranteuma edição limitada tal como a F3 RC, mas desta feita aina mais exclusiva pois só serão produzidas 250 unidades. O motor de quatro cilindros em linha “Corsa Corta” com o seus 212 cv às 13.600 conta com uma centralina exclusiva desta versão e uma linha de escape toda em titânio.

tv-rc2Por fim para fechar a gama MV Agusta 2017, surge a Turismo Veloce também ela com uma versão RC dando mais uma vez ênfase ao carácter desportivo, tornando-a, segundo a marca transalpina, numa das tourer mais desportivas alguma vez produzida. Novamente como edição limitada a 250 unidades esta Turismo Veloce RC conta com alguns elementos em carbono como o deflector do guarda-lamas dianteiro e um banco do passageiro redesenhado para um maior conforto nas viagens mais longas. O motor foi também ele revisto para reduzir a fricção entre os ele,entos e os mapas de gestão foram redesenhados na busca de um rendimento ainda melhor.