A BMW revelou duas novas apostas para a sua gama de modelos, a trail BMW R 1200 GS XDrive Hybrid com tracção integral e a desportiva BMW HP4 RACE pronta para as pistas e não só.

BMW GS1

A R 1200 GS xDrive Hybrid poderá vir a ser a primeira moto de produção em série com tracção integral. Este modelo abre todo um novo capítulo na história deste emblemático modelo da marca bávara. Baseada na R 1200 GS Adventure esta xDrive Hybrid socorre-se de um sistema híbrido que tem a sua origem nas soluções automóveis da marca. Pode ser activado automática ou manualmente através de um botão no punho esquerdo. Uma vez activo ele faz actuar um motor eléctrico na roda da frente que funciona para a tracção e também como gerador.

BMW GS2

Com uma potência de 45 cv, em conjunto com o motor boxer de 125 cv esta GS xDrive Hybrid apresenta uma potência combinada de 170 cv. A energia para o motor eléctrico vem das baterias de última geração também utilizadas nos modelos BMW i e que carregam através da recuperação de energia durante a travagem. Todo o sistema é gerido electronicamente e assegura a quantidade certa de potência na roda da frente mediante as mais variadas situações de condução. Esta nova R 1200 GS xDrive hybrid será apresentada ao público muito em breve.

Entusiasmados com esta notícia? Pois ao que parece a R 1200 GS XDrive Hybrid foi uma brincadeira de 1 de Abril da marca bávara e não deverá ver a luz do dia. Fica aqui a referência à criatividade. Mas o próximo modelo já é outra realidade bem concreta!

HP3

A BMW revelou a nova HP4 Race, uma produção limitada a apenas 750 modelo construídos por uma equipa especializada que assegura os mais elevados padrões de inovação e qualidade. Desenvolvida em termos de motor, suspensão e electrónica segundo os padrões das superbikes de fábrica, esta HP4 Race chega mesmo a apresentar soluções mais arrojadas como o quadro em fibra de carbono, o que a leva a pesar apenas 171 kg com depósito cheio, menos que as superbikes oficiais e pouco mais que as motos de MotoGP.

HP2Com esta solução na construção do quadro, a BMW é a primeira marca no mundo a apresentar um quadro que pesa apenas 7,8 quilos e que é produzido em série. As próprias jantes também são feitas do mesmo material o que leva a uma redução de peso na ordem dos 30% face a umas jantes normais em liga leve. O trabalho da suspensão está a cargo de uma forquilha invertida na frente Ohlins FGR 300 e atrás conta com um conjunto TTX 36 GP. A travagem é da responsabilidade de umas maxilas Brembo e de discos de competição. O motor está de acordo com as especificações 6.2 e 7.2 dos regulamentos dos campeonatos de resistência e de superbikes e debita 215 cv de potência máxima às 13.900 e 120 Nm de binário às 10.000 rpm.

HP5

A nível electrónico esta HP4 conta com controlo de tracção dinâmico programável para cada mudança, limitador de velocidade de Pit Lane e Launch Control, entre outros. Um data logger permite transferir todos os dados recolhidos para posterior análise e afinação. A pintura nas cores da BMW HP Motorsport rematam todo o conjunto.