Sumário

6     Capitão de Estrada, por Vítor Sousa
8     Convidado, por Pedro Grilo
10   Convidado, por Rui Belmonte
12   REV’s
28   Equipamento
30   Inspirações
32   Métisse McQueen
40   Brinde & Fava
48   Traços de Sucesso
52   Aqua Roadster
56   690 Dakar
64   Deus Milano
72   Vêm aí os Índios!
78   Mercado
82   Ronin
90   Thyrso Dominator
98   REV Girl

32/39 – Métisse McQueen
Rev25_1Há nomes no motociclismo que achamos que são lendas, histórias passadas de pais para filhos que evoluem para mitos com o passar das gerações. Os mitos às vezes materializam-se, como esta Métisse!


40/47 – Brinde & Fava
Rev25_2Não! O título, não se refere a estas motos, mas elas serviram para perseguirmos os melhores Bolos Rei de Lisboa. Graças aos ditames europeus não encontrámos fava… nem brinde.


48/51 – Traços de Sucesso
Rev25_3
O lado negro do Japão na sua visão mais versátil com a Yamaha MT-09 Tracer. É a mais séria ameaça às tradicionais trails que, na maior parte dos casos, nunca pisam a terra. Uma moto que vai dar muito que falar!


56/63 – 690 Dakar
Rev25_4
Antes da imposição regulamentar que obrigou a partir de 2011 à utilização de motos de 450cc no Rally Dakar, as KTM 690 Rally dominavam o evento, tendo sido a última moto a ganhar a prova em África e a primeira a ganhar na América do Sul.


64/71 – Deus Milano
REV25_5
Deus Milano – A Temple of Enthusiasm

 


72/77 – Vêm aí os Índios!
REV25_6
Indian foi o nome que George Hendee deu à sua marca de motos para que não houvesse dúvidas de que era originalmente americana. Após uma longa travessia no deserto, a Indian renasceu pelas mãos do grupo Polaris em 2011.